ALEGRIA: nossa marca • AMAR A DEUS: nossa vida • A GLÓRIA DE DEUS: nossa missão

Av. Rio Do Ouro s/n • (próximo a Delegacia de Rio do Ouro/75DP) • Niteroi, CEP 24330-250, Rio de Janeiro-RJ
Tel. 26178058 • email: ipro.presbiteriana@gmail.com

domingo, 31 de outubro de 2010

O PASTOR REFORMADOR



Conhecido como “um dos grandes homens de todos os tempos”, ele era uma força motriz tão expressiva que influenciou a formação da igreja e da cultura ocidental de um modo como nenhum teólogo ou pastor conseguiria fazer. Sua exposição habilidosa das Escrituras possuía as características da Reforma Protestante, tornando-o, indiscutivelmente, o principal arquiteto da causa Protestante. Sua impetuosa abordagem da teologia definiu e articulou as verdades essenciais daquele movimento que alterou a história da Europa no século dezesseis. Por sua vez, estas ideias grandiosas ajudaram a moldar os princípios básicos da civilização ocidental, dando origem à forma republicana de governo, aos ideiais de educação pública e a filosofia do capitalismo com mercado livre. Um excelente teólogo, exegeta respeitado, professor renomado, estadista eclesiástico, reformador influente – ele era tudo isso e mais. Seu nome era João Calvino.
Entretanto, acima de tudo, Calvino era um Pastor.

31 de outubro de 2010, 493º aniversário da Reforma Protestante.

Extraído do livro “A Arte Expositiva de João Calvino”.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

DO BANCO AO GAZOFILÁCIO



Oferta da víuva pobre (Lucas 21:1-4), Gustave Doré

O Significado do caminho percorrido

No que diz respeito a dízimo, existe três grupos de pessoas. O primeiro grupo é daqueles que são fiéis (por fiéis consideramos os que são regulares e sinceros no valor). O segundo grupo é daqueles que não dizimam (por sinal este grupo é duro, duro de coração. Pra eles só um milagre). No terceiro grupo estão aquelas pessoas que em algum momento começaram a dizimar, mas não contiuam. Com esses normalmente se dá assim: Um dia qualquer, de um mês qualquer, de mais um ano qualquer, ele decide que vai, a partir daquele instante, ser um fiel dizimista. Ele diz pra si mesmo que não vai acontecer como aconteceu nos anos anteriores, quando começava, mas três meses depois parava. Só que de novo ele não consegue manter-se fiel.

Muito diferente daqueles que fazem parte do segundo grupo, os do terceiro grupo sentem que precisam mudar. Creio que eles estão realmente descontentes com essa situação, caso contrário não tentavam todo o ano.

O que é preciso para que, de uma vez por todas, pessoas assim saltem para um novo nível? É preciso ver o dízimo sob a ótica daqueles que fazem parte do primeiro grupo: Não como obrigação, mas como devoção. É entender que a cada passo que dou, do banco até o gazofilácio, estou na verdade dizendo ao meu Senhor, que não o dinheiro, mas Ele sim, é pra mim mais valioso que tudo nessa vida.

Do seu pastor que sempre ora por você, Rev. Jonas

domingo, 17 de outubro de 2010

O Fim e o Meio


(Vincent Van Gogh, O Semeador)

No sistema de governo somos presbiterianos. Na teologia somos calvinistas. Se dizer cristão de linha calvinista é, entre outras coisas, crer em Deus como agente único e soberano na salvação de homens pecadores. Ou seja, não há qualquer participação humana no ato de salvar aqueles que estão mortos espiritualmente. Sendo assim podemos afirmar que a salvação é o fim planejado e executado unicamente por Deus para alcance de muitos pecadores.
Mas todo fim tem um meio. E Deus que ordenou o fim, no caso a salvação, também ordenou o meio, no caso a pregação. A evangelização é o meio que Deus preparou para chegar ao fim que Ele planejou. Nesse ponto, você e eu somos chamados à participar como canal do Senhor.
Quando Jesus nos disse: “ide e fazei discípulos” recebemos dEle uma ordem. E uma ordem dada pelo Mestre por si só deve ser cumprida. Mas não recebemos apenas uma ordem, recebemos também um privilégio, o de ser usado pelo Senhor naquele que é o maior plano da História da Humanidade, o plano de redenção.

Do seu pastor que sempre ora por você,
Rev. Jonas

terça-feira, 12 de outubro de 2010

GRAÇA COMUM

“Quando descemos uma rua e vemos casas, jardins e famílias vivendo em segurança, ou quando negociamos no mercado e vemos os resultados abundantes do progresso tecnológico, ou quando andamos pelos bosques e vemos a beleza da natureza, ou quando somos protegidos pelas autoridades, ou quando somos educados no vasto conhecimento humano, devemos perceber não somente que Deus, em Sua soberania, é o responsável último por todas essas bênçãos, mas também que Deus as tem concedido aos descrentes, embora eles não tenham absolutamente nenhum mérito com relação a elas! Essas bênçãos no mundo não são apenas evidências do poder e sabedoria de Deus, mas a manifestação contínua da Sua graça abundante. A percepção deste fato deveria fazer nosso coração se encher de gratidão a Deus em cada atividade de nossa vida”
(
Wayne Grudem)

ORAÇÃO

“É nas profundezas de nossos corações, no ponto onde nos mostramos a nós mesmos ao Único Eterno, [que] todos os raios de nossa vida convergem como em um foco. Somente ali recobramos a harmonia que nós tão freqüente e penosamente perdemos no stress do dever diário. Na oração encontramos não somente nossa unidade com Deus, mas também a unidade de nossa vida pessoal”
(Abraham Kuyper)

domingo, 10 de outubro de 2010

JESUS nosso verdadeiro amigo




















Rembrandt, Christ in the storn on the sea of Galilee


Quando estamos passando por uma dificuldade, muitas das vezes não sabemos o que fazer, e até mesmo pensamos que tudo está pelo fim.
Mas Deus é o nosso verdadeiro amigo, que nunca esquece de nós.
Ele sim é um verdadeiro amigo que você pode contar nas suas dificuldades.
Você pensa que elas não tem mais solução, mas não, Ele abre as portas que estavam fechadas.
Ele, em todos os momentos está presente, nunca nos deixa.
É o nosso verdadeiro amigo, que morreu por mim, por você e por nós.

Por Juliana Murta
Adolescente da IPRO

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

SEMANA DA JUVENTUDE

PREGADORES
Pr. Julio Freitas
Psic. Marcos André
Missionário Wesley
Pr. Rodrigo Velasco
Pr. Jonas R. Murta
Pr. Uendel Pimentel
Pr. Marcio Souza

BANDAS
Abdo's Soul
Conexão Livre
Coral Soul de Cristo
UNA PIB de Trindade
Qadosh Nova Vida de Maricá
Coral UPA de Rio do Ouro