ALEGRIA: nossa marca • AMAR A DEUS: nossa vida • A GLÓRIA DE DEUS: nossa missão

Av. Rio Do Ouro s/n • (próximo a Delegacia de Rio do Ouro/75DP) • Niteroi, CEP 24330-250, Rio de Janeiro-RJ
Tel. 26178058 • email: ipro.presbiteriana@gmail.com

domingo, 7 de novembro de 2010

A POTENCIALIZAÇÃO DO MAL



O Coringa, em Batman - The Darks of Night

“A cocaína potencializou o mal em nós”. Foi assim que recentemente um dos integrantes de uma famosa banda de rock dos anos 80 explicou o motivo pelo qual o grupo acabou. A imoralidade sexual, a impureza, as ações indecentes, as brigas, as ciumeiras, os acessos de raiva, a ambição egoísta, a desunião, as divisões, as invejas, as bebedeiras, as farras (Gl 5:19-21) e outras coisas parecidas com estas já estavam neles, faziam parte de suas vidas. Eram naturais a eles. O que a droga fez foi potencializar esses sentimentos e as ações, chegando ao ponto de não conseguirem mais ficar juntos.

O fato de sermos cristãos não nos livrou de fazermos o mal. Por isso mesmo devemos ter o cuidado de não alimentar, dar força e vigor ao mal que habita em nós (Rm 7:20). Potencializamos o mal quando falamos o que não devemos falar, vemos o que não devemos ver, ouvimos o que não devemos ouvir, tocamos onde não devemos tocar, ingerimos o que não devemos ingerir… Quem alimenta o mal acaba se distanciando mais e mais de Deus e por consequência morre.

Infelizmente o nosso corpo físico vai procurar sempre expressar a vontade de um coração ainda corrompido pelo pecado (Bíblia de Genebra, nota Rm 8:13). Contudo, recebemos uma orientação importante de como fazer morrer os desejos maus da carne e assim evitar nossa própria morte: Deixar o Espírito Santo, que também está em nós, guiar nossas vidas Àquele que é a fonte da vida (Pv 14:27).

Do seu pastor que sempre ora por você,
Rev. Jonas

Nenhum comentário:

Postar um comentário