ALEGRIA: nossa marca • AMAR A DEUS: nossa vida • A GLÓRIA DE DEUS: nossa missão

Av. Rio Do Ouro s/n • (próximo a Delegacia de Rio do Ouro/75DP) • Niteroi, CEP 24330-250, Rio de Janeiro-RJ
Tel. 26178058 • email: ipro.presbiteriana@gmail.com

domingo, 8 de janeiro de 2012

A Lei do Culto



João Calvino

…oferecei sacrifício de louvores
do que é levedado, e apregoai
sacrifícios voluntários, e publicai-os;
porque disso gostais, ó filhos de Israel,
disse o Senhor Jeová.

(Amós 4:5)

Ao afirmar que os israelitas gostavam de fazer essas coisas, Deus repreende a presunção de inventarem por conta própria novos modos de culto;  é como se ele dissesse:  “Não exigi de vocês nenhum  sacrifícios senão os apresentados os apresentados em Jerusalém, em Jerusalém, mas vocês os oferecem a mim em lugares profanos. Por isso considerem considerem os seus sacrifícios como oferecidos a vocês e não a mim”. Sabemos verdadeiramente como os hipócritas, quando praticam quaisquer de suas obras e cerimônias frívolas sempre convertem Deus em devedor deles ; pois acham que Deus está obrigado a a eles. “Vocês deviam ter me consultado e apenas obedecido à minha palavra, deviam ter atentado àquilo que me agrada, o que eu ordenei; mas vocês desprezaram a minha palavra, negligenciaram a minha lei e foram atrás do que lhes agradava e procedia das suas próprias fantasias. Assim, visto que a própria vontade é a lei de vocês, busquem a recompensa em si mesmos, pois eu não admito nada disso. O que eu exijo é submissão implícita, nada mais procuro senão obediência à minha lei; como vocês não cumprem nada disso, mas agem segundo a própria vontade, isso não é adorar o meu nome”.

Oração
Concede, ó Deus onipotente, que assim como queres que  a nossa vida seja moldada pelo  preceito da tua lei, na qual nos revelaste aquilo que é do teu agrado, para não deambularmos na incerteza, mas te prestemos obediência; — ó concede que nos submetamos inteiramente a ti e te consagremos não somente toda a nossa vida e todos os nossos labores, mas também te ofereçamos como sacrifício o nosso entendimento e toda prudência e bom senso que tenhamos, de sorte que, ao te servirmos espiritualmente possamos realmente glorificar o teu nome, por meio de Cristo nosso Senhor. Amém.

*Extraído do livro “Devocionais e Orações - Meditando nos profetas menores”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário